Novas Acessibilidades à colina do Castelo em Lisboa.


O projeto de novas acessibilidades à Colina do Castelo que tem por base o Plano de Acessibilidade Suave e Assistida à Colina do Castelo, contém um conjunto de propostas relativas às acessibilidades entre a parte baixa da cidade e o topo da Colina, assentes na introdução de meios mecânicos. Vai permitir atenuar as barreiras impostas pela topografia do terreno e pelas características do tecido urbano desta área histórica e que se constituem como fatores de exclusão social e de isolamento territorial.
Fonte:http://blognagnag.com.br
Este projeto de acessibilidades conta com 5 Percursos, um dos quais o Percurso Baixa/Castelo.
Em agosto de 2013 foi concluído o percurso de ligação da Baixa ao Castelo que integrou a requalificação da Rua da Vitória e a criação de dois elevadores públicos um na Rua dos Fanqueiros/Rua da Madalena e outro no Mercado o Chão do Loureiro. Estes elevadores têm contribuído para uma forte dinamização da zona, registando-se uma média de entradas e saída de  60.000 visitantes/mês.
Estão em desenvolvimento mais 4 percursos:
Percurso da Graça – com a sua concretização pretende-se ligar o Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen à Alta Mouraria locais que, apesar da sua proximidade geográfica, permanecem separados por inúmeros obstáculos decorrentes do sinuoso traçado da malha urbana e dos acentuados desníveis que as caracterizam, e que constituem factores dissuasores da circulação pedonal e do seu pleno usufruto. Esta ligação irá igualmente permitir, através de um funicular, a integração do território designado como Alta Mouraria nos circuitos de visita da cidade, e rentabilizar os investimentos aí realizados, caso do Centro de Inovação da Mouraria, no Quarteirão dos Lagares, cujas obras se encontram em fase de conclusão.
Percurso da Mouraria – O Percurso da Mouraria, através do qual se pretende estabelecer uma ligação contínua, parcialmente assistida por meios mecânicos (escadas rolantes), entre o Martim Moniz e o Castelo de São Jorge, é composto por 3 troços que ligarão o Martim Moniz à Rua Marquês de Ponte de Lima, esta à Costa do Castelo e a Costa do Castelo ao Castelo de São Jorge. A sua concretização permitirá vencer os desníveis impostos pela topografia do território e aceder ao topo da Colina em condições de maior conforto e segurança.
A criação deste percurso insere-se, ainda, na estratégia que o Município tem vindo a implementar neste bairro histórico ao longo dos últimos anos, no sentido de promover, não só a sua requalificação, como também a sua integração no contexto da cidade, contrariando o isolamento que lhe foi sendo conferido pela sua história e características urbanísticas, apesar da sua centralidade e proximidade à Baixa.
Percurso de Alfama – Este percurso está em execução, um elevador vertical ligará a Rua Norberto Araújo ao Miradouro de Santa Luzia. O elevador ficará instalado num conjunto edificado cujas obras de reabilitação estão a decorrer, não muito longe do futuro Terminal de Cruzeiros.
Percurso da Sé – O Percurso da Sé preconiza a ligação entre o Campo das Cebolas, o qual irá ser objecto de uma intervenção de requalificação do espaço público, e o Largo da Sé, através da introdução de um elevador.
Foi deliberado  aprovar na reunião de Câmara do dia 28 de janeiro os estudos relativos à instalação de meios mecânicos de mobilidade suave assistida e respetivas infraestruturas de apoio, no âmbito da criação dos percursos pedonais da Graça, Mouraria e Sé nos termos da proposta n.º 42/2015
Fonte: Câmara Municipal de Lisboa

Turismo Adaptado

Videos Relacionados



Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s